Arnaldo e a Comida do Silêncio | Crónica

Arnaldo foi, a 10.11.16, o meu colo de matar saudades e um povo e de uma forma de expressão.

Ler Mais