THE COSMIC DEAD – THE GREAT MACHINE

Orange Goblin – Elder – Colour Haze
Monolord – Acid King – Kikagaku Moyo – The Machine
Black Bombaim – Sasquatch – The Well – Death Alley – Yuri Gagarin
Dead Witches – Stone Dead – Toxic Shock – It Was The Elf – Blaak Heat
Holy Mushroom – Löbo – Bar de Monjas – Vinnum Sabbathi – Ana Paris

Segundo uma nota da organização do SonicBlast 2017, “os Kadavar cancelaram a sua presença no festival devido a motivos pessoais“, a nota refere ainda que “fizemos os possíveis para não desiludir os fãs do SonicBlast e confirmamos de imediato duas novas bandas no alinhamento que estava fechado“. Desta forma, The Cosmic Dead e The Great Machine, juntam-se ao alinhamento do SonicBlast’17 que decorre a 11 e 12 de Agosto.
O cartaz anteriormente anunciado mantém-se e no primeiro dia do SonicBlast’17 podemos contar com nomes como Elder, Monolord, Kikagaku Moyo, Black Bombaim (prémio do disco do ano 2016 Irreversível), TheWell, Yuri Gagarin, Stone Dead, It Was The Elf, Holy Mushroom e Bar de Monjas.
Já o segundo dia conta também com Acid King, The Machine, Sasquatch, Death Alley, DeadWitches, Toxic Shock, Blaask Heat, Löbo, Vinnum Sabbathi e Ana Paris.
Na sequência deste anúncio, Ricardo Rios, elemento da organização, acedeu a responder a uma curta entrevista a respeito do SonicBlast e sobre a edição deste ano:

– Como surge o SonicBlast Moledo?
– Foi espontâneo… juntando a vontade de criar um festival com bandas de que gostamos e o facto de morarmos num sítio onde não existia nada do género… Queríamos fazer algo diferente do nosso habitual trabalho das 9 às 5!

– Que dificuldades encontram para a concretização do festival?
– No princípio, as dificuldades eram umas, agora são outras… No princípio, era a falta de experiência, de meios, credibilidade… tudo isto foi-se ultrapassando com trabalho. Agora, há muitas outras… mas preferimos olhar para o copo e vê-lo meio cheio do que meio vazio…

– Como descreves o cenário do SonicBlast?
– O cenário musical não é segredo: doom, stoner, psych, heavy… e mais um pouco de tudo que nos agrade no momento… é o mais importante do festival e é no que dedicamos a maior parte do nosso tempo.
O cenário físico é idílico. Nós somos apaixonados pela nossa terra! Mar, praia, montanha, floresta… a ínsua, aquela ilha que se vê da praia… é fantástico. E acho que conseguimos juntar tudo: campismo e warm up junto à praia… piscina durante a tarde…

– Quais são os critérios na selecção de bandas/projectos e qual é a importância de bandas/projectos nacionais nessa selecção?
– Que goste e fique colado à banda, que possam passar por cá, e que seja possível, para nós, no que diz respeito ao nosso orçamento. E que se enquadre com a filosofia do festival. As bandas nacionais têm a mesma importância das restantes bandas. Todas as bandas portuguesas que estão ou estiveram no cartaz são bandas com muita qualidade e talento. Escolhemos com o mesmo critério que escolhemos qualquer outra banda. Se estão no cartaz, não estão por sentirmos que lhes devemos fazer algum favor; estão porque são boas!

– Consegues destacar algum “nome” da edição deste ano?
– Um nome só, não consigo. Mas posso destacar Elder, Orange Goblin, Colour Haze, Acid King, Black Bombaim, Kikagaku Moyo. Mas depois ficam tantas outras, tão boas, que me apetecia destacar também… Monolord, The Well…

– Se existisse um lema do Festival, qual seria?
– Sun, sea, beach, pool, skate, surf and lot’s of cool bands.

– O que é Irreversível?
– Todo o conceito do festival.


O passe geral do SonicBlast custa 48€ até segunda-feira, 31 de Julho. A 1 de Agosto os preços serão actualizados e o passe geral passa a ser vendido a 55€. Os bilhetes diários custam 28€.

Os bilhetes para o SonicBlast Moledo estão à venda em toda a rede BOL e associados: Bilheteira Online, Lojas FNAC, Worten, CTT.



Comentários



Francisco Barros

- Realizador e locutor radiofónico nos 90´s com "Rockodromo" & Outros
- Proprietário da extinta "Crash-Discos".
- Vocalista em "Model".
- Passador de música e performer em "Robotic Sessions".
- Musico experimental & Ocasional
- Colaborador e Ex-colaborador em diversas publicações nacionais e locais.

Publicação Anterior

Park Festival | Agenda

Proxima Publicação

seteoitocinco @ CAVE 45 | Agenda