Descoberta em 2006 à distancia de cerca de 25 mil anos luz do planeta azul, existe no espaço sideral uma nuvem molecular com o tamanho de 4oo anos luz,  baptizada com o nome de Sagittarius B2,  composta por biliões de litros de álcool e algum etanol.
Uma fonte praticamente inesgotável de shots e cocktails.
Mais recentemente foi descoberta junto ao centro da nossa Via Láctea uma nuvem com uma composição semelhante à de Sagittarius B2.

sagittarius b2

Imagem de Sagittarius B2 divulgada pelo ESO (European Southern Observatory

O astrónomo Anthony Remijan do NRAO (National Radio Astronomy Observatory) nos EUA, disse numa entrevista sobre assunto: “Há uma boa hipótese que algumas dessas moléculas interestelares poderem encontrar o seu caminho para a superfície de planetas jovens , como a Terra primitiva , e fornecer um ponto de partida para a química da vida.

Seremos nós  um o produto de uma noite de copos interestelar, ou somos a ressaca de uma bebedeira no espaço sideral?

Comentários



Miguel Sousa

Responsável pela agenda Irreversível.

Publicação Anterior

Realidade Científica Ao Vivo

Proxima Publicação

A vida é Rubik