Estivemos pelas terras de Joane a palmilhar os seus Territórios Dramáticos e tivemos a felicidade de experimentar algumas das melhores coisas que há na criação cénica portuguesa dos últimos tempos!

Grande, grande e grande iniciativa! Mal podemos nos conter à espera do próximo. Venham sempre, muitas propostas como esta. Parabéns ao Teatro da Didascália, parabéns a Joane e a toda a sua comunidade!

E o que foi que vimos e amamos?
Duas criações cénicas fenomenais:

Guarda Mundos do Teatro da Didascália a 19.03.2017.

Um jogo memorial despido das roupas da memória, todos os tempos (lembranças) cabem num bolso, na mínima expressão das mãos de quem conta as histórias que navegam no guarda-fatos.

Que sejam lendas ou, porventura, factos, conta-nos o tempo (Esse monstro que dorme dentro dos nós das gravatas.) que não perdoa e nos carrega às costas até aos momentos mais felizes-tristes-felizes…

Belíssimo espectáculo com excelentes actores e construtores de uma estrutura cénica envolvente e deliciosa!

Bamba Vamba Wamba do ESTE a 24.03.2017.

Três actores e um palco vazio e um telemóvel e outro e mais outro. uma plateia que convulsiona em gargalhadas enquanto assiste à sucessão de reis mortos/reis postos. Não que se deva rir da morte de um rei… A não ser que a morte de um rei seja mesmo muito engraçada… Então, pode! Não deve mas pode!

E a encenação estabelece-se pelos fios que estes três actores-aranhas nos atiram com intenção de enredar e fazer parte da trama. E nós, público, com prazer somos o prato principal das suas fomes, somos as achas a que seu fogo, naturalmente, se ateia.

Um espectáculo onde, com inteligência e argúcia e recursos inesperados (Sempre surpreendentes.), três actores desnudam-se, uns mais literalmente que outros, e fazem a diversão ser um prazer e o prazer ser espectáculo.

Salve a Estação Teatral da Beira Interior (ESTE). Parabéns a todos e a cada um deles! Viva Bamba! Viva Vamba! Viva Wamba!

Um longo e empolgado aplauso de pé aos Territórios Dramáticos e a todos que neles percorreram e deixaram-se percorrer!

Comentários



PAR

Sou muitos por cento H2O o que quer dizer que fervo a 100 e congelo a zero... tenho muito para dizer mas só digo quando quero.

Publicação Anterior

Avó

Proxima Publicação

Festival Walk & Dance'17 - 13 | 14 | 15 ABRIL