Ando na rua e é só blá, blá, blá. Vou ao tasco e é só blá, blá, blá
Toda a gente fala de tudo e mais alguma coisa, sem saber do que estão a falar e sem se preocupar com a veracidade do que dizem. Muniram-se com a “liberdade de expressão” que serve como desculpa, para que se digam as maiores barbaridades.A era da tecnologia só veio comprovar isso.
Pessoas partilham notícias sem sequer as ler .
Jornais publicam notícias com títulos descontextualizados só para dar visibilidade à coisa…
É triste ver como na era da informação as pessoas estão cada vez mais ignorantes.ImagemDefaultCM_970_410

Não me acho senhora da razão.
Simplesmente quando não sei, não falo.
E acreditem que não é assim tão difícil seguir esta regra.

Vou às redes sociais e lá está toda a gente a opinar sobre x ou y sem fundamento nenhum.
Pessoas que se chateiam com vegans sem saber o que eles defendem. Pessoas que se revoltam com os refugiados quando claramente não entendem o que o termo significa. Pessoas que se indignam com a falta de civismo e de civismo nada têm… e podíamos continuar aqui com mais x ou y exemplos.
Menos treta e mais acção!
Os homossexuais não precisam da opinião de ninguém, nem os refugiados, nem os órfãos, nem os animais, nem os ( colocar aqui a sua opção).
Uns precisam é de ser deixados em paz e outros de serem ajudados.
opinions

Contra factos não há argumentos e sempre assim será.
Por isso percam menos tempo a inchar o ego com opiniões “politicamente incorrectas” (que por alguma razão agora está muito na moda), só para chocar ou sei lá eu porquê. Deixem as pessoas atravessar a passadeira à velocidade que bem entenderem e deixem as pessoas que pagam as contas no multibanco fazê-lo em paz!
Deixem os cães cagar na relva à vontade!
Deixem as grávidas andar de barriga ao léu e as jovens com o cú, que a pele também precisa de respirar.
Indignem-se com coisas graves.
Vivam e deixem viver, que de blá, blá, blá, ninguém precisa.
Talvez também não precisem do meu blá, blá, blá, mas é na boa!
Não há problema.

Comentários



Cidadã do Mundo

Com a cabeça nas nuvens interessa-se por tudo e por nada, diz mais do que o que pensa e pensa menos do que o que diz.

Publicação Anterior

PRIMEIRAS CONFIRMAÇÕES INDIE MUSIC FEST 2016

Proxima Publicação

Santos, Setúbal e Sete Colinas...