imagem de testemunhas visuais que testemunhavam o fenómeno a 13 de Outubro 1917

imagem: fieis que testemunhavam o fenómeno a 13 de Outubro 1917 © Desconhecido

Celebram-se 98 anos desde a primeira aparição da Nossa Senhora de Fátima aos 3 pastorinhos, Lúcia de Jesus dos Santos (de 10 anos), Francisco Marto (de 9 anos) e Jacinta Marto (de 7 anos). A 13 de Maio de 1917, enquanto o seu pequeno rebanho pastava algures na Cova da Iria no concelho de Ourém, estas três crianças afirmaram ter visto e conversado pela primeira vez com uma entidade que se apresentou como sendo Nossa Senhora do Rosário. Seguiram-se novas aparições durante os seis meses seguintes, presenciadas por milhares de pessoas, sempre no mesmo dia, excepto em Agosto…

Claramente que Nossa Senhora não apareceu neste mês porque foi de férias. Já na altura, Agosto era o mês predilecto até mesmo pelas divindades para tirar uns dias de descanso. Parece que não, mas fazer aparições implica um grande gasto de energia, por isso é legítimo tirar umas férias. Podia justificar este direito dizendo aquele velho ditado “ Nossa Senhora também é filha de Deus”, mas não posso, porque na verdade Nossa Senhora é a esposa dele. Quer dizer, ainda não percebi bem esta história, porque supostamente ela era casada com o São José, mas Jesus é filho de Deus. Há aqui um qualquer triângulo amoroso que ainda não percebi bem. Naquela altura, tal como agora, já havia muita promiscuidade nas relações, mesmo nas relações divinas.

Nunca foi fácil.

Adiante.

Segundo a reza a história “por volta do meio-dia, depois de rezarem o terço, as crianças teriam visto uma luz brilhante; julgando ser um relâmpago, decidiram ir-se embora, mas, logo depois, outro clarão teria iluminado o espaço. Nessa altura, teriam visto, em cima de uma pequena azinheira (onde agora se encontra a Capelinha das Aparições), uma “Senhora mais brilhante que o sol” ”. Ao analisar a descrição do acontecimento, não deixo de verificar as semelhanças com descrições de avistamentos de OVNIS. Também poderia associar a mesma descrição aos relatos das visões/alucinações dos consumidores de drogas psicadélicas, como cogumelos mágicos por exemplo, mas neste caso, acho que a associação a avistamentos de Objectos Voadores Não Identificados faz mais sentido.

gif © picslist.com

As descrições de avistamentos de Ovnis são em tudo semelhantes às aparições divinas.
Existem testemunhos diversos, mas quase sempre dizem ver uma luz brilhante em movimento que muitas vezes interage com a pessoa que a está a visualizar. Muitos, inclusive relatam que conseguem comunicar através de pensamentos, sem ser necessário proferir palavras.

A mim não me enganam!

© desconhecido

Os três pastorinhos tiveram um encontro imediato de 3º Grau com um ser de outro planeta ou dimensão, que se disfarçou de Nossa Senhora para não os chocar, porque o conceito de extraterrestre para uma criança analfabeta do interior, era um conceito que não seria compreendido e portanto, mal interpretado. A Nossa Senhora ordenou que naquele local fosse construída uma capela em sua honra, tal como outras divindades de diferentes religiões em várias partes do Mundo ordenaram a diversos povos.

Aquele ET quis deixar a sua marca, marca que persiste até hoje. Imagino lá no planeta de onde é oriundo a gabar-se:
– Eheh, Chefe convenci uns putos ali da Lusitânia que eu sou a Nossa Senhora de Fátima e agora até vão construir uma capela em minha honra!
–  Muito bem Amitaf ed Arohnes Asson! – e o Chefe continua – Primeiro em La Salette e Lourdes em França e agora Fátima em Portugal! Sim senhor! Esses feitos já merecem um aumento no ordenado e uma nave da empresa. Toma lá a chave e um voucher para atestares o depósito ali naquele sol!

E assim foi, até aos dias de hoje. Andou um qualquer ET a fazer-se passar por santa para mostrar serviço aos superiores e deu nisto.

Podia ter sido pior.

Comentários



Simão Mendes

Terráqueo abstracto que todos os dias procura descobrir-se e a quem o riso é indispensável. Vive despreocupadamente. Viciado em pizza, aprecia o café a 3/4 e sonha ir ao espaço.

Publicação Anterior

Valei-me Nossa Senhora de Fátima!

Proxima Publicação

69 é porco?