Fotografar, às vezes, é como compor versos que se esqueceram da rima.

foto: pauloramosartistadesenhistapoetafotografo

foto: pauloramosartistadesenhistapoetafotografo

Fotografar, às vezes, é como interromper uma foda.

foto: pauloramosartistadesenhistapoetafotografo

foto: pauloramosartistadesenhistapoetafotografo

Fotografar, às vezes, é como saltar sem para-quedas!

foto: pauloramosartistadesenhistapoetafotografo

foto: pauloramosartistadesenhistapoetafotografo

Fotografar, às vezes, é como não saber onde se deixou qualquer coisa.

foto: pauloramosartistadesenhistapoetafotografo

foto: pauloramosartistadesenhistapoetafotografo

Fotografar, às vezes, é como observar girafas em plena savana.

foto: pauloramosartistadesenhistapoetafotografo

foto: pauloramosartistadesenhistapoetafotografo

Fotografar é, sempre, como disparar um tiro na nuca de um qualquer.

foto: pauloramosartistadesenhistapoetafotografo

foto: pauloramosartistadesenhistapoetafotografo

Fotografar é meter a língua no cu da divindade!

Feliz aniversário Ana Dulce… todos os dias. Amo-te!

Comentários



PAR

Sou muitos por cento H2O o que quer dizer que fervo a 100 e congelo a zero... tenho muito para dizer mas só digo quando quero.

Publicação Anterior

Westway LAB - 3ª Edição

Proxima Publicação

PEACHES @ Casa da Música - Sábado 9 de Abril