Larry Sanders, jogador profissional de basquetebol na equipa Milwaukee Bucks da NBA, decidiu fazer uma pausa na sua prometedora carreira e a um contrato de 44 milhões de dólares para os próximos 4 anos.
A razão? Porque está deprimido.
No video que divulgou no youtube, onde revela um discurso inteligente e instruído, pouco habitual num jogador profissional de um qualquer desporto de conjunto, ele explica as razões para a decisão: “Com a chegada à Liga lançam-te uma enorme quantidade de dinheiro vindo do nada, e as pessoas à tua volta mudam automaticamente” e acrescenta: “Para algumas pessoas tornas-te numa caixa de multibanco”.
Salientando um eventual regresso ao basquetebol no futuro, sendo que é um jogador livre para assinar por qualquer equipa, Larry Sanders vai-se dedicar apenas a viver a vida, ser pai, focar-se nas artes, e até escrever um livro.
Sobre os consumos de cannabis detectados diversas vezes em controlo antidoping, Larry Sanders  assume o consumo e revela até que era a forma que encontrava para lidar com toda pressão a que estava sujeito.
Afirma ainda que “dinheiro não é tudo”, no entanto nesta retirada precoce com apenas 26 anos, ficou estabelecido que Larry Sanders poderá regressar à NBA até 2021, recebendo dois milhões de dólares anualmente ate essa data, quer regresse quer não regresse.
Larry Sanders deixa transparecer uma ideia durante todo o video: Há coisas melhores para fazer do que lidar com toda a pressão que um basquetebolista da NBA sofre, coisas muito melhores que treinar e jogar basquetebol todos os dias do ano… quase que conseguimos ouvi-lo a pensar: “tudo pró raio que vos parta que eu vou curtir a vida!”.

Comentários



Miguel Sousa

Responsável pela agenda Irreversível.

Publicação Anterior

Não existem mais histórias.

Proxima Publicação

Ficar preso numa teia gigante feita de fita-cola