Lembrete:
Não esquecer de respirar!!!

foto:  hilarycl @ morguefile.com

foto: hilarycl @ morguefile.com

Ontem, não sei precisar as horas porque não uso relógio, sou uma espécie de Crocodile Dundee, mas deveria ser umas 10 da manha porque ainda não tinha tomado o segundo café e o cérebro estava em ponto morto, foi então que ao acender o cigarro, uma teia de aranha balançava no meio cabelo. Uma pequenina aranha veio visitar o meu braço. Pensei “costuma-se dizer que é sinal de dinheiro ou carta”. Mais tarde, lá para as 18, ao abrir a caixa de correio, tinha uma carta da luz para pagar. Lembrei que os antigos têm sempre razão.

Coloquei uma cruz na mão, por volta da hora do almoço, para não esquecer de registar o euro milhões. Lavei as mãos depois de comer uma laranja e esqueci de registar o euromilhoes. A chave era a que tinha escrito na mortalha. Hoje podia ser uma mulher rica se não fosse lavar as mãos.

Hoje não esqueci de lavar os dentes, tirar a cera dos ouvidos, espremer aquele ponto negro, desejar Parabéns no mural de um amigo que tem 10 amigos em comum comigo. Nem de levar o lixo ao contentor.

Hoje, como sempre, não preciso post-its, cruzes, lembretes, para amar.

Amanhã tenho um papanicolau.

Depois de amanhã vou visitar a minha avó ao lar.

Tenho tanto apreço pelos memorandos como o cão que mija o pneu, o pássaro que te caga o vidro ou o acto rotineiro de abrir os emails enquanto se toma café.

Lembra-te! Que safoda os lembretes.

Isso só serve para te lembrares. E mais nada.

Comentários



Véronique S.

Tem os braços onde deveria ter as orelhas. Tem o coração onde deveria ter os olhos. Já as entranhas, costuma adormecer a mexer nelas. Qual criança que brinca com os cabelos até o sono à visitar.

Publicação Anterior

Espelhos...

Proxima Publicação

Perdendo os três...