1056767_10153972238727365_54099492_n

foto: pauloramosartistadesenhistapoetafotografo

Por causa das redes sociais, as perguntas e as respostas das pessoas e, especialmente, as suas afirmações baseadas em sabe-se lá que princípios ou filosofias, tive a incontornável e irreversível vontade de ir conferir se as palavras mantinham os significados a que eu e os meus amigos (a maior parte deles pelo menos.) nos tínhamos acostumado, desde muito pequenos, por assim dizer.

12064209_10153972238707365_1814542273_n

foto: pauloramosartistadesenhistapoetafotografo

Fui ao “pai dos burros” (dicionário, se preferirem!) e transcrevo, aqui, os significantes e seus significados que encontrei:

Ateu Ser humano que apresenta a estranha característica de ser capaz de amar um outro ser, humano ou não, e ser feliz…

Bicha – Ser humano que apresenta a estranha característica de ser capaz de amar um outro ser, humano ou não, e ser feliz…

Crente – Ser humano que apresenta a estranha característica de ser capaz de amar um outro ser, humano ou não, e ser feliz…

Deficiente – Ser humano que apresenta a estranha característica de ser capaz de amar um outro ser, humano ou não, e ser feliz…

Estúpido – Ser humano que apresenta a estranha característica de ser capaz de amar um outro ser, humano ou não, e ser feliz…

Filho-da-Puta – Ser humano que apresenta a estranha característica de ser capaz de amar um outro ser, humano ou não, e ser feliz…

Gordo – Ser humano que apresenta a estranha característica de ser capaz de amar um outro ser, humano ou não, e ser feliz…

Homossexual – Ser humano que apresenta a estranha característica de ser capaz de amar um outro ser, humano ou não, e ser feliz…

Imigrante – Ser humano que apresenta a estranha característica de ser capaz de amar um outro ser, humano ou não, e ser feliz…

Judeu – Ser humano que apresenta a estranha característica de ser capaz de amar um outro ser, humano ou não, e ser feliz…

Lavrador – Ser humano que apresenta a estranha característica de ser capaz de amar um outro ser, humano ou não, e ser feliz…

Muçulmano – Ser humano que apresenta a estranha característica de ser capaz de amar um outro ser, humano ou não, e ser feliz…

Negro – Ser humano que apresenta a estranha característica de ser capaz de amar um outro ser, humano ou não, e ser feliz…

Oriental – Ser humano que apresenta a estranha característica de ser capaz de amar um outro ser, humano ou não, e ser feliz…

Progenitor – Ser humano que apresenta a estranha característica de ser capaz de amar um outro ser, humano ou não, e ser feliz…

Questionador – Ser humano que apresenta a estranha característica de ser capaz de amar um outro ser, humano ou não, e ser feliz…

Refugiado – Ser humano que apresenta a estranha característica de ser capaz de amar um outro ser, humano ou não, e ser feliz…

Sábio – Ser humano que apresenta a estranha característica de ser capaz de amar um outro ser, humano ou não, e ser feliz…

Travesti – Ser humano que apresenta a estranha característica de ser capaz de amar um outro ser, humano ou não, e ser feliz…

Urbano – Ser humano que apresenta a estranha característica de ser capaz de amar um outro ser, humano ou não, e ser feliz…

Virgem – Ser humano que apresenta a estranha característica de ser capaz de amar um outro ser, humano ou não, e ser feliz…

Xerife – Ser humano que apresenta a estranha característica de ser capaz de amar um outro ser, humano ou não, e ser feliz…

Zé-ninguém – Ser humano que apresenta a estranha característica de ser capaz de amar um outro ser, humano ou não, e ser feliz…

foto: pauloramosartistadesenhistapoetafotografo

foto: pauloramosartistadesenhistapoetafotografo

Ao que se pode concluir, ao fim de tão exaustiva e desgastante pesquisa, é que, afinal, os vocábulos em questão não sofreram qualquer alteração com nenhum Acordo Ortográfico.

#AMOR #ÓDIO #VIDA #MORTE #EU #OUTRO

foto: pauloramosartistadesenhistapoetafotografo

foto: pauloramosartistadesenhistapoetafotografo

 

Comentários



PAR

Sou muitos por cento H2O o que quer dizer que fervo a 100 e congelo a zero... tenho muito para dizer mas só digo quando quero.

Publicação Anterior

Reverence Valada 2016 - Entrevista a Alcest @ Reverence Valada 2015

Proxima Publicação

Curta portuguesa premiada no Festival de Tampere