Quando se é criança tudo é cor de rosa e livre de mal e perversidade. Mas com o passar dos anos os desenhos animados, musicas infantis e até jogos começam a mudar de figura. Algumas das palavras soam menos inocentes e alguns dos cartoons parecem até de cariz pornográfico, e damos por nós a pensar: Mas como raio é que reparei nisto?!
E com isto as nossas memórias começam a alterar-se.
É exactamente este o tema do projecto “Canções de Roda”: procurar ou acrescentar o significado escondido em musicas infantis tradicionais portuguesas e apresentá-las através de ilustrações.
O suporte final de apresentação destas ilustrações foram tote bags. No exterior apresentam-se os títulos ou as partes destacadas da letra da música. No interior, assim como ocultas ou menos evidentes nas músicas, surgem as ilustrações estampadas.

Sra. D. Anica
venha abaixo ao seu jardim
Venha ver as lavadeiras
a fazer assim – assim (gesto de esfregar roupa)

Sra. D. Anica
venha abaixo ao seu jardim
Venha ver as costureiras
a fazer assim – assim (gesto de bordar)

Sra. D. Anica
venha abaixo ao seu jardim
Venha ver os jardineiros
a fazer assim – assim (gesto de cavar)

Sra. D. Anica
venha abaixo ao seu jardim
Venha ver os sapateiros
a fazer assim – assim (gesto de martelar)

Sra. D. Anica
venha abaixo ao seu jardim
Venha ver os carpinteiros
a fazer assim – assim (gesto de serrar)

Sra. D. Anica
venha abaixo ao seu jardim
Venha ver os cozinheiros
a fazer assim – assim (gesto de mexer a sopa)


Não sei se na minha mente já não resta inocência quanto à interpretação de musicas infantis, mas se já não a existe, muito se deve ao nosso querido Quim Barreiros, que tem por hábito deixar tudo bastante claro na verdade.
Durante a minha pesquisa e investigação junto de outras pessoas a pergunta foi surgindo: “Mas afinal o que é que estavam os cozinheiros a fazer no jardim?” Posto isto, a interpretação tornou-se fácil e quase imediata. A senhora dona Anica a ver o que é que os “cozinheiros” estavam a fazer no “seu jardim”.
A sugestão de uma ilustração do ponto de vista feminino tornou-se óbvia, afinal quem está a ver se o cozinheiro mexe ou não bem a “sopa”, é a dona Anica.


tote bags

Guardar

Guardar

Comentários



Mal mequer

Publicação Anterior

Pop Dell'Arte & Thee Magnets @ Cave 45

Proxima Publicação

A Jordânia nas palavras de um líder de viagens.