Muitos procuram a roupa certa
A cor a condizer
Com marca bordada
Num narcisismo tolo e fugaz
Enganam-se
O sapato polido
A calça ajustada
Num fato ordinário
Ou uma saia travada
Mentem
Tudo adornos num corpo volátil
Decadente
Duma mente obscura
Mediana
Esquecem
Até que sais tu
A ofuscar o chique parolo
O moda à rasca
Eternamente casual
Brilhante com o teu ar juvenil
Sempre
Algo mais exuberante
Que toda a futilidade
Pavoneada pela vulgaridade
Ao longe já se discernem
Simples mas vigorosas
Luminosas e florescentes
Os contornos que começam nos teus olhos
Estendendo-se por toda a tua face
Essa tua expressão
De todos os dias
E só precisas disso para brilhar
O que trazes sempre contigo
Apenas o teu gracioso sorriso
E tu não sabendo como
Mas procurando
Regalaste-me mil sorrisos radiantes
Parecendo descobrir o meu segredo
Fitaste-me a sorrir
Até hoje, porque só o hoje nos interessa
Esse sorriso…!

images (1)

Comentários



Miguel Pedro Carvalhais

Publicação Anterior

O dia dos Namorados!!!

Proxima Publicação

Mais Headbangers na Metalzone - Lyzzärd em entrevista