Natal de 1989.

Nesse natal, no natal de 1989, iria ficar a saber umas coisas sobre o pai natal.

Ler Mais

Há tarde durante a manhã

Observo os movimentos da tarde com o mesmo sentido de quem acorda e se senta na sanita; olhos sem pestanejar, pensamento vazio, dedo a escarafunchar o nariz.

Ler Mais

Diziam que o mundo acabava em 1999, sem dia certo.

Em tempos, comia bollycaos para ter os cromos Tou Fixe, Tudo Rolando. Depois veio-me o período.

Ler Mais

Conversa sobre futebol entre duas mulheres casadas.

Conversa sobre futebol entre duas mulheres casadas.

Ler Mais

Vou fugir com a parreca às costas.

Longe vão os tempos em que andávamos de caderno preto para apontar uma frase castiça ou uma gaffe de uma conversa entre amigos.

Ler Mais

Bate leve, levemente, como quem chama por mim.

Bate leve, levemente, como quem chama por mim. Será heroína ou coca? Ecstasynão é certamente. E o xito não bate assim. Fui ver…

Ler Mais